FutArt

Marcas de expressão popular que mexem com as emoções do público e movimentam multidões. Por Renan Tolentino

“A vida imita a arte”. Todos conhecemos essa expressão usada para descrever momentos em que determinadas situações da vida parecem ter saído de um roteiro de cinema ou são tão belas que merecem ser emolduradas. No futebol não é diferente. Quantas vezes ouvimos o locutor do jogo, ao narrar um golaço, descrevê-lo como uma obra de arte?

Neymar parte da esquerda com a bola, se livra de dois marcadores, tabela com Borges, avança em direção à grande área, passa pela marcação de Ronaldo Angelim com um drible desconcertante, e bate na saída do goleiro.  Gol! Golaço! “Uma obra prima de Neymar número11.”Assim descreveu Luiz Roberto, narrador esportivo da rede Globo, ao narrar o gol, que posteriormente seria escolhido como o  mais bonito do ano de 2011.

Expressões do tipo “Futebol-arte” e “A equipe joga por música” são muito comuns no meio esportivo, aliando o esporte à arte, dando um tom mais poético e romântico para a partida. E também há aquele momento em que o futebol vira tema e salta dos gramados para inspirar os artistas em suas obras, monstrando as mais diferentes faces desse jogo que é paixão nacional. Seja representado a paixão de um torcedor através de uma pintura ou através de um filme, como “Heleno”(março de 2012), o futebol serve de inspiração para os mais diferentes segmentos do meio artístico. Nas Artes Plásticas Entre alguns artistas que já trabalharam com o tema, destaca-se Cândido Portinari e sua obra “O Futebol”.

Na Literatura Machado de Assis e Carlos Drumond de Andrade com o livro “Quando é dia de futebol”, são dois dos nomes mais importantes da literatura brasileira que já foram buscar no esporte inspiração para criarem suas obras.

Cinema Os longas “Pelé Eterno” e “Garrincha, Alegria do Povo” trouxeram em seu enredo a história de dois dos principais esportistas do país.  Já entre os times que levaram sua história para o cinema, podemos citar o clube paulista Corinthians com o filme “Todo Poderoso Timão”.

 

Música Talvez seja o segmento das Artes em que o futebol foi mais retratado, presente nas letras de diversos estilos  e contado nas vozes dos mais diferentes cantores. Desde compositores consagrados como Noel Rosa, passando por Chico Buarque, Jorge Benjor, O Rappa até  o grupo Skank que fez da música “É uma partida de futebol” um hino do esporte.

Como vimos, não é de hoje que essa tabelinha entre futebol e arte se faz presente. Já faz parte do jogo. As duas atividades possuem seu papel social e  mexem com a mente e a paixão de todos que participam dessa jogada. Atletas, torcedores, artistas e público. Uma Obra Prima! Verdadeiro gol de placa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: